Opinião Sincera | Celulares, Meltdowns e outras coisas.

meltdown-spectre-kernel-vulnerability.png
 

Olá, geeks! Ano novo começa quente!

Além dos novos smarts que estão sendo lançados e tecnologias que estão sendo acopladas a estes, como eletrocardiograma, sim, um novo smartwatch está com essa função, além de detectar arritmias. Aonde nossa neura com saúde pode parar, hein?

Tivemos a revelação dos novos aparelhos Motorola que foram (ainda são?) queridinhos da terra do jabuti com basicamente mais do mesmo. Tem nova proporção de tela 18:9 uau que maravilha,hein?! Agora você pode gastar sua bateria mais rápido usando dois aplicativos ao mesmo tempo!!! E com uma tela ampla, claro!

A LG resolve parar de perder dinheiro e diz que irá rever seu G7. Bem, parece que ela não descobriu que o grande problema é a falta de suporte ao usuário, materiais péssimos e grande quantidade de burn in que afeta os aparelhos. Como sempre, novas invenções e os problemas que os usuários reclamam não são ouvidos. Eu sei que muitos usuários da Motorola by Lenovo estão com problemas parecidos, mas até a Apple parece estar mal em durabilidade de seus aparelhos, não é verdade? Diminuindo capacidade da bateria para dar maior vida útil aos mesmos, mas agora a Apple se reinventa e dará em uma futura atualização a opção de você decidir como vai usar a bateria de lithium viciada. O usuário poderá decidir performance ou uso maior da bateria. Para mim, o problema seria mais simples: que tal uma bateria que dure mais? Acho que isso deixaria o Iphone caro demais. Especula-se, inclusive, que o Iphone X pare sua produção. Acho que dessa vez foi caro demais!!!

A Samsung relevou alguns smarts para o Brasil e parece que por aqui ela engoliu o mercado. Todo monopólio é péssimo, mas, sendo assim, ela anunciou os A8, sim, são dois, por mais de R$ 2200,00 uau!. Sabemos que o preço irá baixar e o que os chips intermediários hoje são mais que necessários para rodar qualquer coisa, não pensamos aqui em VR, isso parece distante da realidade da maioria dos brasileiros, mas sabemos que brasileiros amam fotos, sejam lavadas, sejam deixando as pessoas pálidas, amamos e isso ela faz muito bem. So cute! Mas será que a nova abertura tão esperada de 1.5 do novo S9 poderá filmar morcegos em cavernas à luz da lua? Romântico não?

Falemos também da Intel. A azulzinha jogou feio com seus fãs sim, existem pessoas mais fiéis a seus processadores que às esposas, e olha que esposa nem envelhece tão rápido. Continuando a triste analogia: o botox que a Intel colocou nos seus processadores de 8ª geração não pareceu ser a melhor das ideias (sim, eles não fizeram nada de novo nem mesmo uma nova instrução).

A implementação de novos núcleos não supriu a sobrevida esperada para um investimento em um hardware todo novo, além de que os i3 já nascem mortos para games e o fim dos quatro núcleos (assistimos a isso com a 7ª geração), não que não possa ter e ainda usufruir por um bom tempo, mas jogos como The Witcher e Battlegrounds já pedem mais, e não podemos esquecer que a evolução das GPUs deram uma empurrada forte na necessidade de maiores processamentos e de CPU que a Intel vem sentindo dificuldade em acompanhar e continua nos seus 14 nanômetros.E o que falar do Spectre e Meltdown? Intel anuncia oficialmente que precisa modificar o desenho dos processadores uau!. Mais adiante falaremos do que cada variante faz, mas você perde desempenho e dinheiro, e a intel? Bem, ela mantém o preço inflado dos seus processadores.

A AMD está num bom momento de suas CPUs. FX não dava mais, né? Com os novos Zen+ ela diminui para 12 nanômetros suas CPUs e ainda coloca na série de entrada vídeo integrado. É uma empresa que é afetada apenas por uma variante do spectre e saiu na frente nos primeiros Ryzen lançados à época (SEV que é um microprocessador dedicado a criptografar dados da memória). Na ala das GPUs, a série 500 e Vega não foram tão boas e, ainda por cima, consomem tanta energia quanto sua geladeira (brincadeira), mas, num mundo de criptomoedas, vendeu bem. Porém, seu uso em games, segundo a Steam, continua a cair. Isso é bom, pois hoje, sem o custo benefício, o custo das RX 500, como Vega, não justificam a performance das placas que nem de longe conseguem alcançar a NVIDIA.

NIDIA é uma empresa que vem crescendo forte e, mesmo sem usar as memorias HBM2 (de acesso a uma velocidade altíssima), consegue atender e sobrar performance. Não é a empresa mais amiga do seu bolso, porém é o que se tem para hoje. Além de que as AMD parecem ter sumido do mercado. Algumas placas NVIDIA dobraram o preço nos próprios Estados Unidos, o que reflete na escassez de placas fortes a preços mais acessíveis. Tudo indica que este ano teremos uma nova geração de placas, porém não sabemos se com GDDR5x ou GDDR6, pois a Samsung começou a produção em massa a um preço 30% menor e de produção mais rápida que a GDDR5.

 Hoje a Samsung desponta na produção de memórias de alta qualidade e, acredite, além da nomenclatura, o aumento de performance é grande, apesar da NVIDIA falar oficialmente em popularizar o GDDRx usado só nas suas melhores placas.

Quer entender o que são meltdown e spectre? Vamos tentar: os spectre são duas variantes e meltdown uma, sendo que o primeiro afeta toda gama de processadores existentes, seja ARM (seu celular), Intel ou AMD. Porém o meltdown só afeta a Intel. Vamos ao spectra e suas duas variantes:

1ª: Burlando os limites dos processos:

O invasor sem acesso privilegiado consegue ler até 4gb na memória virtual, ou seja, tem acesso a informações sem criptografia que estão na memória através de aplicações de terceiros. Imagine que você usa seu banco e um aplicativo de terceiros pode ´´perseguir´´ a informação que deseja (no caso, sua senha) que em algum momento vai estar na memória e roubá-la sem nenhuma restrição.

2ª: Branct Target Injection:

Rodado com privilégios de Root dentro de uma máquina virtual, pode ser a memória do kernel, ou seja, a partir de uma máquina virtual pode-se acessar sua máquina e roubar os dados que estão sendo usados por aplicativos (programas) e processador.

Esse ataque leva de 10 a 30 minutos em uma máquina com 64gb de RAM acessando 200mb por dia de dados.

AMD saiu na frente e já atualizou sua linha Epic e Ryzen. Ao lançar a tecnologia SEV, o próprio hardware cuida da criptografia dos dados da memória. O SEV é um microprocessador dedicado a criptografar o recurso da memória.

Então vemos que a AMD é a menos afetada, pois só uma variante ainda se encontra sem solução. Porém é de extrema complexidade e ainda não foi explorada.

Meltdown

3ª: Rogue Data Cache Load:

Tenta acessar a memória do kernel como usuário quando o processador especula possíveis ações. Quando o processador tenta especular possíveis ações do usuário otimizando performance e mantém da memória cache dados que podem ser vazados.

O kernel é responsável por ser o elo do hardware com o software do computador, por isso ela está ligada intrinsecamente ao desempenho do processador.

O ano ainda promete, já que a Kaspersky descobriu um novo vírus que afeta todo ecossistema Android : o Skygofree, que, praticamente, tem acesso irrestrito ao seu smartphone.

 

Créditos: Pc Facts que nos tornou o assunto mais deglutíivel.