Opinião Sincera | Yonju Senki

 

Youjo Senki, também conhecido como The Saga of Tanya the Evil, é uma série de Light Novel japonesa escrita por Carlo Zen e ilustrada por Shinobu Shinotsuki que teve seu início em 2013 e possui atualmente 9 volumes. Em Abril de 2016 iniciou-se a sua adaptação para o mangá e, em Janeiro de 2017, a sua adaptação para o anime, que teve seu fim em Março de 2017. 

Youjo Senki conta a história de um homem ateu que, no momento da sua morte, foi confrontado por uma entidade superior a quem o homem chamou de “Existência X”. Após uma discussão, a “Existência X” condena o homem por não acreditar que essa entidade é Deus, enviando-o para um mundo onde ele seria forçado a ter fé, um mundo de guerra semelhante à Primeira Guerra Mundial, e seria reencarnado no corpo de uma menina órfã, Tanya Degurechaff. Tanya, então, começa a escalar os ranques do exército na intenção de ter uma vida estável e longe do combate, ficando infame por seus métodos cruéis e sua aptidão tática, mas, por mais que Tany esteja preparada para lidar com a guerra, a “Existência X” sempre se demonstra um obstáculo em seus objetivos. 

Este é um dos poucos animes que aborda um vilão como personagem principal. Tanya é uma personagem sociopata, que abusa da burocracia e da guerra em si para subir dentro do exército, o que acaba sendo divertido de acompanhar, já que suas táticas para vencer as situações são inteligentes e calculadas. Mas devo ressaltar que isso é uma mídia japonesa, então existe um fator que marca isso como japonês: Tanya é uma menina de 10 anos de idade. Algumas cenas deixa bem evidente esse contraste de ver uma criança fazendo algumas coisas absurdas, em outras você esquece que está vendo uma criança e se deixa levar como se a personagem fosse um adulto comum, algo que eu atribuo a um personagem bem escrito. Em contraste com Tanya, alguns personagens secundários não são tão ricos, como a sua subordinada Viktoriya Serebryakova, que parece não entender a visão manipuladora de sua superior. 

O anime foi feito pelo Studio Nut, um estúdio criado por ex-funcionários da MadHouse, e as animações estão muito bem feitas. As cenas de ação passam uma adrenalina incrível, além da ferocidade com que Tanya lida com o combate, usando de ângulos que convêm a demonstração da emoção e uma fluidez que te faz acompanhar a velocidade e o ímpeto dos movimentos. As cores do anime geralmente são mais frias e sutis, mas é algo que se encaixa com o tema de um mundo sombrio dominado pela guerra moderna.  

A sonorização também está de extrema qualidade, são efeitos sonoros dignos de um filme sobre guerra de alto orçamento. A produção caprichou em ambientar seu espectador no cenário do anime. As vozes remetem às personalidades dos personagens, nada que apresente algo completamente fora do design do personagem em si. A dubladora da Tanya é ótima, por manter o tom de voz de uma garotinha enquanto ameaça ou faz comentários de tom mais sádico. A introdução e o encerramento apresentam músicas intensas únicas e interessantes, encaixam com a premissa do anime. 

Youjo Senki é um anime único, com uma personagem principal calculista e extremamente inteligente em um cenário de guerra, com um pouquinho de fantasia, que possui uma ambientação incrível, além de cenas de ação diferentes do clichê, mas têm suas falhas em colocar sua personagem principal como uma Loli vilã. Se você está cansado de alguns clichês de animes ou está com vontade de acompanhar algo mais intenso e no gênero de ação, Youjo Senki está aí pra matar a vontade.