Guia Gamer: Qual teclado usar?

 

Das várias dúvidas que você tem quando monta seu setup gamer, uma das que eu mais percebo que existe é a de qual teclado comprar. Anúncios de teclados gamer, marcas de teclados com preços variados (variação de R$ 100,00 a R$ 1.000,00). Então, a dúvida: qual comprar? Hoje vou explicar a vocês sobre os tipos de teclados que normalmente são utilizados. 

Teclado de Membrana 

            O tipo mais comum de teclado. Os teclados de membrana funcionam da seguinte maneira: a carcaça do teclado possui no meio dele (como se fosse o esqueleto) uma membrana que é responsável por passar os comandos para o computador. Em cima da membrana, existem switches de borracha (conhecidos como Rubber Dome) que, ao serem pressionados, entram em contato com a membrana e ela fica responsável de enviar o comando. Acima dos switches estão as teclas, que identificam e separam os switches.

            Curiosamente, os teclados mecânicos eram mais utilizados no passado, porém, os fabricantes perceberam que poderiam economizar com outros tipos de teclado. Assim, os de membrana passaram a ser mais comuns (e mais baratos) do que os mecânicos, que falaremos a seguir. Abaixo, imagens sobre o teclado de membrana.

Funcionamento de uma tecla de membrana

Funcionamento de uma tecla de membrana

Teclado de membrana aberto no meio (de um lado, a parte das teclas e os contatos, de outro, a parte de baixo do teclado e a membrana do teclado)

Teclado de membrana aberto no meio (de um lado, a parte das teclas e os contatos, de outro, a parte de baixo do teclado e a membrana do teclado)

Teclado Semimecânico 

         Um meio termo entre os de membrana e os mecânicos, os teclados semimecânicos podem ser diferentes, dependendo do fabricante. Existem três tipos principais de teclados semimecânicos: os que possuem algumas teclas mecânicas e outras de membrana (como o Corsair Vengeance K90, que possui as teclas de macro; e as secundárias como Insert, Delete, dentre outras de membrana), e o restante do teclado com switches mecânicos; os que possuem um mecanismo híbrido (como o Khybrid da Krom Gaming) onde ambos os switches estão em uma tecla, alterando o desempenho e o tempo de resposta da mesma; e, por fim, os que são apenas switches Rubber Dome com encaixes individuais, em vez de simplesmente a tecla e a membrana. Abaixo, imagens representativas dos três tipos de teclado semimecânico (como o AppleDesign Keyboard). 

Esqueleto do Corsair Vengeance K90

Esqueleto do Corsair Vengeance K90

Funcionamento do Khybrid da Krom Gaming

Funcionamento do Khybrid da Krom Gaming

Esqueleto do AppleDesign Keyboard

Esqueleto do AppleDesign Keyboard

Sliders individuais do AppleDesign Keyboard

Sliders individuais do AppleDesign Keyboard

Teclados Mecânicos 

            Enfim, os famosos teclados mecânicos. A primeira dúvida que aparece quando o assunto é teclado mecânico: como funcionam? Como vocês puderam ver na imagem do Khybrid, em que ela apresenta os três tipos de teclas, as teclas mecânicas funcionam por meio de um acionamento de uma mola e do contato com a placa para envio dos comandos. Por conta do seu custo maior com relação aos teclados apresentados acima, não são todos os usuários que pensam num teclado mecânico quando vão montar seu setup gamer. Entretanto, minha opinião vai ser imparcial, uma vez que usei teclado de membrana a minha vida inteira e apenas recentemente ganhei um teclado mecânico de presente (e devo dizer que estou amando) e percebo que deveria ter investido antes. Vamos lá!

            A grande diferença dos teclados de switch mecânico para os de switch de membrana é no acionamento da tecla. A sensação é completamente diferente. Ouvir o termo “teclado mecânico” dá uma coceira em algumas pessoas porque você tem a impressão de que não é muito agradável de se utilizar, seja para jogar ou para digitar, e, na realidade, a experiência é excelente. O retorno ao digitar é muito melhor do que os de membrana e, por conta da forma como é feito, a necessidade de força também é menor (normalmente as teclas são mais leves e mais fáceis de serem acionadas), assim como a distância que a tecla percorre também é menor. A seguir, apresentarei melhor os tipos de switches mecânicos mais comuns. 

Switches Lineares 

            Linha Black: Existem vários fabricantes de switches mecânicos (Cherry, Outemu, Kailh, Gateron, dentre outros) mas, em sua grande maioria, seguem o mesmo princípio. Normalmente são quatro cores (tipos diferentes) de switches, mas iniciaremos com o Black. O switch black necessita de um pouco mais de “força” para ser acionado. Como um switch linear, ele vai do início da tecla até seu fim sem a necessidade de mais força no final da tecla (como na linha tátil) para ser acionado, mas, por conta do peso, possui uma certa resistência a missclicks. A linha Black é mais recomendada para FPS, mas também serve muito bem para MOBAs, MMOs e afins. 

Funcionamento de um switch da linha  Black

Funcionamento de um switch da linha Black

            Linha Red: Similar à linha Black, é um switch linear (sem a necessidade de mais força no final da tecla), porém o Red é mais leve e, portanto, necessita de menos força para ser acionado. Por ser leve e linear, é muito recomendado para MOBAs e MMOs, onde você precisa de muita agilidade ao teclar para enviar o comando. Entretanto, essa vantagem também é uma desvantagem, pois, como é facilmente acionado, facilmente podem ocorrer missclicks e você pode perder aquela habilidade ou ultimate que estava guardando para utilizar em um momento crítico. Por esse motivo, não se recomenda tanto a linha Red para jogadores de FPS, mas claro que também pode ser utilizado normalmente. 

Funcionamento da linha  Red

Funcionamento da linha Red

Switches Táteis 

            Linha Brown: O intermediário dos switches de teclados mecânicos, ele não é tão liso quanto o Red, mas também não é tão pesado quanto o Black. O switch da linha Brown é similar ao Red (por conta da força necessária para acionar a tecla), porém, por ser um switch tátil, ele possui um bump no final da tecla que precisa de um pouquinho a mais de força para teclar (reduzindo bastante o risco de missclick). É o favorito de muitos por ser intermediário e é uma boa porta de entrada aos teclados mecânicos. 

Funcionamento da linha  Brown

Funcionamento da linha Brown

            Linha Blue: Odiado por muitos e amado por outros, os switches da linha Blue dividem opiniões por conta do seu mecanismo. Similar à linha Brown por ser um switch tátil, possui um bump no final da tecla para identificar que a tecla realmente foi pressionada (e reduzir os possíveis missclicks). Mas, diferente do seu irmão tátil, o switch da linha Blue possui um peso para teclar um pouco maior (ainda menor que o Black), além de ser um tanto mais barulhento no quesito de teclar. Para gamers, essa linha não é tão recomendada devido ao barulho, que pode desagradar alguns, além de ser o único que possui seu mecanismo “destacado” (a imagem mostrará melhor), podendo haver histerese (um certo retardo na resposta caso você precise apertar a mesma tecla mais de uma vez). 

Funcionamento da linha  Blue

Funcionamento da linha Blue

Switches Razer™ 

         Vocês pensavam que eu não iria falar sobre os switches utilizados pela Razer? Pensou errado! Os switches deles não são algo do gênero “Nossa, meu Deus! Que switches diferentes, ninguém tem nada igual, nem mesmo similar! ”. Na verdade, são bem similares com alguns já existentes, uma vez que não são fabricados por eles. Os switches patenteados pela Razer são fabricados pela Kailh e Greetech. 

            São três, de acordo com o site da Razer: Switch Razer Green, Switch Razer Yellow e o Switch Razer Orange. O Razer Green se assemelha ao da linha Blue: possui o switch tátil e o mesmo bump característico. A diferença é que o Green é um pouco mais leve e tem uma distância menor interna ao teclar, reduzindo a possibilidade de histerese.

Funcionamento do  Razer Green

Funcionamento do Razer Green

           

            O Razer Orange, por sua vez, se assemelha ao da linha Brown. Também possui switches táteis, porém mais silenciosos. O que difere no Orange é que, assim como o Razer Green, é mais leve que o seu similar. 

Funcionamento do  Razer Orange

Funcionamento do Razer Orange

            Tanto o Razer Orange quanto o Razer Green possuem pouca diferença do ponto de atuação da tecla (possui apenas 0,1 mm, ou seja, necessita teclar 0,1 mm menos para enviar o comando) em comparação com o Brown e Blue, respectivamente. Entretanto, essa diferença chega a ser maior com relação ao último switch da Razer: o Razer Yellow.

            O Razer Yellow pode ser equiparado aos switches da linha Red, entretanto, assim como os outros da Razer, ele possui mais leveza ao teclar. Mas aí está o diferencial do Yellow: ele percorre menor distância até encostar no fundo (0,5 mm de diferença em relação aos 4 mm dos outros switches) e possui ponto de atuação de 1,2 mm, o que seria 0,8 mm a menos que o Red. Você pode até se perguntar “Ok, e o que isso muda na minha vida? ”. Aí está, meu caro leitor. Muda porque você precisa teclar menos (ou mais leve, se preferir). Vai de cada um, isso divide opiniões. 

Funcionamento do  Razer Yellow

Funcionamento do Razer Yellow

Considerações Finais 

            Pois é, papo vai papo vem, vamos ao que realmente interessa: qual teclado você deve comprar? Para isso, você deve levar em consideração vários pontos:

1 - Com qual principal objetivo você utilizará o teclado: para jogar, para digitação constante ou para o dia a dia (uso leve a moderado)?

2 - Com qual frequência você vai utilizar seu teclado?

3 - Quanto você pretende gastar para comprar o seu teclado?

4 - Por quanto tempo você pretende utilizar o teclado antes de comprar outro?

5 - O barulho da digitação pode incomodar outras pessoas (ou até você mesmo) enquanto você estiver utilizando seu teclado? 

            Agora, respondendo cada tópico:

            1 - Caso você tenha a pretensão de utilizar seu teclado no dia a dia, opte por teclados de Membrana ou no máximo Semimecânicos. A durabilidade é consideravelmente boa (não como um teclado mecânico, mas sai muito mais em conta) e não existe real necessidade de um teclado mais caro. Caso seja para jogar, recomendo fortemente que seja um teclado Semimecânico ou Mecânico. Se quiser usar um mecânico, só não recomendo muito as linhas Blue e Razer Green. São barulhentos demais para mim. A não ser que você vá utilizar mais para digitação (pesada ou moderada). Nesse caso, eu recomendo essas acima citadas.

            2 - Se for utilizar mais do que moderado, já recomendo de Semimecânicos para cima. A durabilidade é maior e, mesmo com uso frequente, dificilmente você vai ter dor de cabeça.

            3 - Até R$ 140,00, fique com os de Membrana ou alguns Semimecânicos. Até R$ 250,00, vale a pena conferir os Semimecânicos mais caros. De R$ 250,00 em diante, a recomendação são os Mecânicos mesmo. Lembrando que ser mecânico não o torna simplesmente melhor que os semimecânicos, pois a qualidade da marca também faz diferença na hora de fazer a cotação. Às vezes um teclado semimecânico da linha Warrior da Multilaser pode valer mais a pena que um mecânico da marca Shinzhuan (nome aleatório representando alguma marca de baixa qualidade).

            4 - Quanto maior o tempo que você quiser passar com seu teclado, melhor ele terá que ser e mais durável também. Normalmente isso significa que você gastará mais. Lembrando: no quesito durabilidade: Membrana < Semimecânico < Mecânico (CUIDADO COM AS MARCAS, HOJE E SEMPRE).

            5 - Último quesito: barulho. Como dito anteriormente, as linhas Blue e Razer Green são consideravelmente barulhentas, então, não indico para ambientes ou situações que o silêncio é a melhor opção. Existem variações dos switches informados, como o Silent Black e o Silent Red da marca Cherry para quem ainda assim achar o Black e o Red barulhentos. Abaixo, vejam a diferença do peso necessário para abaixar completamente as teclas (orientação com as cores apresentadas acima, e o diferencial da Razer): 

Peso de cada tecla, referência da Outemu

Peso de cada tecla, referência da Outemu

Peso de cada tecla, referência da Cherry

Peso de cada tecla, referência da Cherry

Peso de cada tecla, referência da Gateron

Peso de cada tecla, referência da Gateron

Peso de cada tecla, referência da Greetech

Peso de cada tecla, referência da Greetech

Peso de cada tecla, referência da Kailh

Peso de cada tecla, referência da Kailh

Peso de cada tecla, referência da Razer ( Yellow  e  Green )

Peso de cada tecla, referência da Razer (Yellow e Green)

            Dicas úteis: antes de comprar um teclado, considere os 5 pontos citados acima e, principalmente, pesquise os teclados que você achar interessante. Vídeos no YouTube de Review (ou textos) sobre o teclado, informações sobre os switches do teclado, principalmente vídeos sobre os barulhos das teclas dos switches (em caso de teclados mecânicos). Compare, faça orçamentos e de jeito nenhum compre sem fazer uma boa pesquisa. Se uma das suas dúvidas for “Gabs, qual teclado você ganhou? ”, a resposta é: eu ganhei um Redragon Kala RGB K557 com switches Outemu Black. São muito bons, recomendo bastante. Minha noiva comprou na KaBuM! Por cerca de R$ 350,00 e foi uma escolha excelente. Até a próxima, pessoal!