Opinião Sincera | HD vs SSD

maxresdefault.jpg
 

              Com o mercado cheio de novidades os usuários voltam a fazer upgrades em suas máquinas, mas você realmente sabe o que comprar para melhorar sua experiência diante do seu PC, seja para jogos ou mesmo web e vídeos?

              Sobre processadores e placas de vídeo já explanamos um pouco em nossos artigos (colocar link), então vamos um pouco mais a fundo.

              HD ou SSD? Os dois. Isso mesmo, o preço do SSD continua altíssimo, então as grandes empresas ainda recomendam a utilização dos dois, aproveitando o melhor de cada.

              SSD - São velozes, unidades sólidas que não se corrompem com qualquer queda (sim, você pode partir se quiser) nem trepidação, não consomem muita energia nem esquentam tanto. Apesar de caros, eles permitem que você extraia todo potencial de suas peças, não tornando a velocidade com o que é lido ou escrito o gargalo do seu sistema. Independente do usuário a usar o computador, o carregamento do sistema (sim, a hora em que você liga seu computador) é um momento muito exigido do sistema de armazenamento, então vamos imaginar: ler drivers, abrir sistema operacional, organizar imagens, carregar programas e inúmeras outras operações estão acontecendo simultaneamente no seu PC, tornando esse o momento fundamental para um SSD, onde a velocidade de acesso é mais de 10x maior que um HD convencional.

              Mas só para iniciar o sistema? Não. Com o sistema carregado no SSD ele vai ter acesso mais rápido à memória que, por sua vez, vai dar acesso mais rápido ao processador, tornando toda atividade executada muito mais veloz! Mas, além do sistema operacional, o que guardar no SSD? Sempre é recomendado programas que usamos com mais frequência, como antivírus (que podem exigir muito do sistema de armazenamento), drivers, ou seja, o que organiza seu sistema para funcionar.

              Então, com sistema operacional, drivers e antivírus no SSD podemos agora escolher nosso HD.

              Uma observação se torna importante: o SSD tem uma vida útil muito grande, então procure marcas confiáveis e, no mínimo de 120GB, se puder, 240, e quando for comprar procure um dado chamado leitura e escrita aleatória e olhe sua velocidade comparada aos concorrentes!

              HD - Amado e odiado, o HD é um velho companheiro e gargalo de muitos sistemas. Ele é obsoleto em termos de velocidade, mas ainda indispensável quando o assunto é quantidade de informação. Por ser extremamente sensível, ele deve ser colocado com todo cuidado no gabinete e precisa ser refrigerado, não sofrer impactos, deve ter tamanho e velocidade de acordo com suas funções exercidas.

              HD’s consomem energia e podem esquentar, então devemos sempre que possível ter um cooler direcionado aos nossos HD’s para evitar um desgaste prematuro. Eles exigem uma fonte de qualidade, pois são muito sensíveis a oscilações de energia. Se possível, não devem guardar o sistema operacional, drivers do sistema e antivírus, lembra?

              Mas, então, por que ter HD?  A resposta é simples: por que SSD é muito caro, então precisamos ainda conviver com os HD’s.

              Tamanho, marca , velocidade e afins - Bem, hoje recomendamos apenas HD’s de 1 terabyte para cima. Como HD’s servem para guarda todo o resto do sistema, seus filmes, músicas e todo o resto ficarão nele, então pensem bem o tamanho que você precisa. Para usuários domésticos existem basicamente duas velocidades: 5.400 e 7.200 RPM, o que mostra com que velocidade o HD terá acesso a sua informação. Se houver possibilidade escolha com a maior quantidade de RPM. Marcas brigam por este segmento.

              Falando das marcas, três se destacam: a Hitachi, Seagate e WD. Tendo seus fãs e seus haters. A WD, contudo, tem tido os melhores resultados em testes de durabilidade, mas todas são uma ótima opção.

              Agora que já sabemos que, além de processador e placa de vídeo, outros componentes podem gargalar nosso sistema, antes de pensar em trocar toda uma máquina, vá no sistema e veja o que
está trabalhando em excesso e deixando o sistema lento. Assim poderá fazer um upgrade  gradual, mais seguro e amigável com o seu bolso.