Opinião Sincera | Animais Fantásticos e onde habitam

Newt Scamander ao centro; Tina Goldstein à sua direita; Queenie Goldstein e Jacob Kowalski ao fundo

Newt Scamander ao centro; Tina Goldstein à sua direita; Queenie Goldstein e Jacob Kowalski ao fundo

 

              Em 2016 estreou o filme que surgiu com a missão de expandir o universo mágico de JK Rowling para os já fãs da série Harry Potter, apresentar a série para uma nova geração e mostrar que não era apenas uma tentativa da Warner de estender e continuar faturando com a franquia. O filme conta com Eddie Redmayne (A Teoria de Tudo) no papel principal e é dirigido por David Yates, mesmo diretor que dirigiu todos os filmes a partir de "Ordem da Fênix".

              A premissa inicial do filme é a chegada a Nova York de Newt Scamander, um magizoologista, com uma maleta cheia de criaturas que ele capturou em suas viagens para estudar as criaturas mágicas. Uma delas escapa e a partir daí se desenrolaria toda a trama do filme. À primeira vista não é uma sinopse muito interessante e, aparentemente, fraca para sustentar o que tinha sido anunciado como uma série de cinco filmes.

              Com sua estreia descobrimos que JK Rowling tem muito mais para contar do que apenas essa trama simplória. Além de expandir o universo, ela utiliza essa nova franquia para trazer de volta alguns elementos apresentados nos livros, mas que passaram meio despercebidos, além de também adaptar para os cinemas o período em que, antes de Voldemort, Grindelwald aterrorizava o mundo até seu duelo final com Dumbledore.

              É um longa divertido que nos traz de volta para o mundo mágico e desperta a nostalgia nos fãs que cresceram lendo os livros ou assistindo aos filmes. Somos apresentados a novos personagens, que são bastante carismáticos: Tina Goldstein, que trabalha no Ministério da Magia Americano (MACUSA); Queenie Goldstein, irmã mais nova de Tina que tem habilidade de ler mentes e Jacob, um trouxa com sonho de ser padeiro que acaba se envolvendo nos problemas provocados por Newt, com ele sendo um dos problemas.

             Além desses personagens, temos Percival Graves, um auror (caçador de bruxos das trevas) misterioso que trabalha para a MACUSA e Creedence, um bruxo que tem sua magia reprimida pela sua mãe adotiva, Mary Lou, que é a líder dos Second Salemers, grupo que quer expor e destruir todos os bruxos.

              A partir da metade do filme, ele adquire um tom mais sombrio quando algo pior do que as criaturas de Newt é solto na cidade e Newt precisa ajudar a MACUSA a resolver o problema. Esse evento gera um grande plot twist que dá o grande gancho para a parte dois.

              Recomendo bastante essa franquia, principalmente para quem já é fã da saga do Harry e quer conhecer mais esse universo fora do já apresentado na Grã-Bretanha.

              O segundo filme, "Animais Fantáticos: Os Crimes de Grindelwald", estreia em novembro e você já pode conferir o primeiro trailer abaixo: