Preço das memórias RAM se estabiliza

memoria-ram-Imagem-Destacada.jpg
 

              Depois desse aquecimento nos preços das memorias RAM, agora, mas só por agora, os importadores dizem que os preços devem se manter no patamar atual. O que é um começo de estabilidade.

              Não faz muito tempo que você poderia colocar 16 gb de RAM para seu upgrade por R$ 600, hoje apenas uma memória de 8 gb a 2666 custa R$ 500,00 e alguma fração. Sim, o preço está nas alturas e eles justificam dizendo que uma empresa queimou na China. Falando em justificativas, não tem muito tempo que faltou energia em uma fábrica na Coreia do Sul e, mesmo com os geradores, não conseguiram salvar alguns lotes de memorias RAM, o que ajudou a manter inflacionado os preços das memórias. Agora os fabricantes falam que apesar da alta demanda por parte de servidores, data centers, etc, que pedem em grande quantidade e é uma fonte de retorno de investimento segura e rápida, é possível haver uma demanda com o mercado doméstico. O que não quer dizer que será fácil achar aquele único pente de 16 gb, mas já temos algo a comemorar, isto é, se eles não inventarem nada que justifique o aumento incidental novamente.

              Hoje com as novas plataformas am4 e os novos processadores da Intel passando por profundas reformulações em suas quantidades de núcleos, os clientes precisam migrar para memorias DDR4 que são mais rápidas e econômicas frente às DDR3, e isso está gerando uma escassez no mercado. As empresas também se queixam de produtos que passaram a consumir muita memória como celulares, tablets e placas de vídeo.

              Apesar do bom prognóstico, as melhores linhas com menores latências e dissipação ainda são difíceis de se encontrar no Brasil e, quando as temos, são disputadas. Além de termos poucas marcas no mercado nacional.

              Em 30 de março, a G.Skill lançou a primeira memória RAM a 5000 giga-hertz, coisa que antes só se conseguia com nitrogênio, o que mostra o quão versátil as memórias DDR4 são (apesar de logo bater na porta o DDR5). Começando com frequências de 2133, as memórias mais do que nunca vem mostrando sua diferença de performance com aumento das frequências. Os processadores AMD sempre tiveram problemas de latência e isso sempre ficou evidente no lado vermelho da força, porém, agora nos testes em muitos jogos do i7 8700k, a frequência da memória se mostra tão ou mais importante quanto fazer overclock do processador.

              Se você pretende comprar memorias básicas, pode ser um bom momento para adquirir kits básicos, principalmente se for para um pequeno upgrade, mas, se pretende montar uma máquina entusiasta onde cada fps conta, talvez seja melhor esperar.