Opinião Sincera | Atypical (1ª Temporada)

 

              Atypical é uma série original Netflix criada e escrita por Robia Rashid que teve sua estreia na plataforma de streaming no dia 11 de agosto de 2017 e conta a história de um adolescente de 18 anos que possui Síndrome de Asperger dentro do espectro do autismo.

              [Possíveis spoilers abaixo]

              A história começa com o protagonista Sam querendo arranjar uma namorada. A partir daí vemos sua jornada para encontrar a melhor pretendente e aprender sobre garotas e como conquista-las. Por causa de sua dificuldade de se relacionar com as pessoas e entender convenções sociais de interação, Sam tem que trabalhar muito para alcançar seu objetivo, porém ele vai contar com a ajuda de sua terapeuta e de seu melhor amigo, Zahid, que é um “pegador”.

              No desenrolar da história vemos como a condição de Sam afeta a vida de sua família: seus pais, que tem um relacionado fragilizado por uma certa dificuldade de o pai aceitar e conviver com a condição do filho. No meio disso tudo, sua mãe vai buscar válvulas de escape para conseguir suportar a preocupação e superproteção constante que tem com seu filho.

              A pessoa mais bem resolvida, mas com seus dilemas, com essa situação é sua irmã. Ela consegue equilibrar o respeito pelas particularidades do seu irmão com trata-lo de forma “normal” e debochada implicando com ele, o que é normal entre irmãos. Porém ela sofre por não ser vista como um indivíduo com desejos e sonhos por seus pais, mas como alguém que vai cuidar do Sam quando eles não estiverem por perto.

              Mesmo tendo uma estrutura de comédia, a série não traz muitos momentos engraçados. Somos inseridos naquela realidade e, por ser narrada pelo próprio Sam, vemos as coisas pelo seu ponto de vista e é possível até, em alguns momentos, sentir a sua aflição.

              Um ponto muito legal é como pessoas em seu círculo social que sabem de sua condição se esforçam para inclui-lo, inclusive organizando um baile de inverno “silencioso” para não o excluir, porque ele não consegue ficar em lugares com muito barulho.

              Atypical é uma série bem legal, curta, com apenas 8 episódios de 35 minutos, em média. Ela muito boa para distrair e ajudar a entender um pouco como é o mundo para quem está no espectro do autismo. Se você quer algo rápido e interessante para assistir, fica aí a recomendação.

              A segunda temporada estreia no próximo dia 7 de setembro. Confira o trailer abaixo: