Resumo CBLOL | Escalada - fase 2 CNB vs VK

 

              A penúltima fase antes das emoções finais desse Split de 2018.2 contou com a CNB que voltou a ter uma boa campanha trazendo, dessa vez, formações inusitadas e o grande Exodia da Keyd. Com papéis invertidos entre a CNB que fez uma campanha excelente no início do Split, e criaram um estilo próprio, o que forçou o cenário por inteiro a se adaptar a esse novo modo de jogar, e a Vivo Keyd, que apesar do vice-campeonato do Split passado e das expectativas para ser uma das favoritas, não estava fazendo uma campanha muito boa dessa vez.

              Com uma série de deixar sem ar, as duas equipes batalharam ferrenhamente até o jogo 5 para sua sofrida classificação na semifinal. Os surpreendentes Blumers, que trouxeram um novo jeito de jogar LoL, mostraram mais uma vez que ainda conseguem inovar em suas jogadas inesperadas e, até mesmo, derrubar a Keyd do Revolta com suas estratégias bem desenvolvidas.

              Apesar de não termos tantos picks variados (apenas alguns incomuns como Lissandra, Zed e Karthurs) nessa fase da escalada foram os detalhes das team fights que decidiram o vencedor. A série se manteve praticamente no mesmo nível com jogos de mais de 30 minutos, mas, mesmo assim, com bastante fervor em suas batalhas, revelando-se não ser nenhum pouco branda. Um fato também relevante é a entrada do Tockers ao grupo de seletos jogadores que tem 1000 abates na carreira, junto a Micão e BrTT.

              Entre diversos gritos e com uma série dramática, a CNB liderada pelo Rakin vence nos detalhes o Exodia e sai vitoriosa seguindo para a semifinal contra o Flamengo. Na minha opinião seria difícil decidir um real vencedor pelo fato das duas terem lutado bravamente, mas a escalada é implacável e apenas os de melhor atuação naquele momento se sobressaem. Então vamos torcer para que o próximo jogo do Flamengo vs CNB seja tão emocionante quanto esse.