Opinião Sincera | A cinco passos de você

 

Na última quinzena A Cinco Passos de Você estreou nos cinemas brasileiros. O filme é baseado no livro de mesmo nome. Se você gosta de filmes como A Culpa é das Estrelas, Cidades de Papel, Simplesmente Acontece, esse é mais um filme para você :)

No longa-metragem, Stella (Haley Lu Richardson) é uma jovem com fibrose cística, essa doença faz com que os pacientes produzam muco, suor e sucos digestivos, atingindo o sistema digestivo, respiratório e as glândulas sudoríparas, por isso, durante toda sua vida esteve em hospitais e fazendo tratamentos. Como é dito no filme, é como se a pessoa se afogasse. #tenso A história se inicia com a protagonista internada no hospital realizando um tratamento e aguardando novos pulmões.  

Além de Stella, seu melhor amigo, Poe (Moises Arias) também está internado e sofre da doença. Como constantemente precisam ser internados, eles se conhecem desde criança e se apoiam na luta por uma melhora em sua qualidade de vida. Ah! Um ponto muito importante de ser dito é que pacientes que sofrem de fibrose cística não podem estar mais do que a seis passos próximos um dos outros, isso porque o contato entre eles pode ser fatal. Mas mesmo não vivendo uma vida tão “normal”, Stella é uma protagonista que é fácil de se conectar, ela é bem-humorada, positiva e através de um canal no Youtube compartilha sobre sua rotina e amigos. Assim como Poe, que é apaixonado por culinária e coleciona boys <3 

 Durante sua internação, ela conhece Will, outro paciente com fibrose cística, mas, diferente dela, ele não é tão esperançoso e positivo, rejeitando seu tratamento :/ Digamos que Stelle seja um pouco teimosa e não aceitou tão fácil a atitude de Will, a aproximação dos dois é inevitável e consequentemente os sentimento evoluem. Isso faz com que a enfermeira Barb (Kimberly Hebert Gregory) se desespere, pois já viu um romance como esse acontecer, mas seu final foi trágico :/

Playlist: https://open.spotify.com/playlist/0RcyeCOzxkdWDI9N0bwom3 

Certo, talvez você esteja pensando “mais um filme com adolescente que sofrem de uma doença terminal”, acho que John Green deu início a um monstro ‘-’ De uma forma geral o filme é bem produzido, os atores entregam bem os personagens. Mas vai perceber que toda a história fica bastante centralizada em Stella, Will e Poe. A trilha sonora complementa bem, mas cuidado com a sessão que escolher porque se tiver cheia de adolescentes na sala se prepare para gritos. É um bom filme para se assistir, se estiver precisando de uma comédia-romântica/drama para esquentar um pouco o coração ;)