Precisamos falar das memórias flash

 

Olá, geeks!

Depois de um tempo sumido, vamos falar das memórias flash. Essas que você tem no cartão de memória. Na própria memória interna do celular em SSDs, MD2, TLC, etc.

Ano passado a western digital fechou uma fábrica de HDs apostando nessas memórias, mas a Samsung, Seagate e todas as outras também estão investindo, com tecnologias específicas.

O fato é que essa percepção da indústria trouxe o preço dessas memórias para baixo. Não é difícil ver SSDs e MD2 em promoções difíceis de imaginar a pouco. O fato do dólar ter se valorizado muito não impediu a queda do preço no Brasil apesar do custo por gigabyte ainda ser grande quando comparado ao disco rígido (HD).

Mas, como toda onda, essa também apresenta um sabor amargo, já que os HDs subiram de preço. Apesar de serem uma tecnologia obsoleta e ainda não terem sido trocados apenas por custo, passaram a custar bem mais. E não podemos esquecer que a China alegou que haveria uma espécie de máfia do preço do HD, onde as empresas teriam parados de competir e lançavam seus produtos com preços combinados.

Diante dessa expectativa e apesar da recessão e excesso de dívida da família brasileira, é o melhor momento para investir nesse tipo de produto. Sei que os PCs estão com preços exorbitantes, porém isso começa a perder força. Só olhar os preços das placas de vídeo, mas isso é assunto para um outro texto.