Opinião Sincera | Arrow (7ª Temporada)

 

Arrow foi uma série muito promissora, com duas temporadas muito bem feitas, porém se perdeu a partir do terceiro ano, quando tentou incluir elementos místicos na trama e criar o “team Arrow” que mais parece uma versão dos Power Rangers, com lutas muito mal coreografadas. A partir do quinto ano, tentaram voltar às raízes com um arqueiro mais na vibe vigilante. Parecia que a série iria se recuperar, com essa temporada deixando um cliffhanger de explodir cabeças, mas aí veio o sexto ano, com a missão de cravar de vez a volta de Arrow para a glória das duas primeiras e, mais uma vez, não entregou. Falemos agora da 7ª temporada, que teve seu season finale exibido em 13 de maio.

[Possíveis spoilers abaixo]

O 6º da série termina com o vilão Ricardo Diaz conseguindo fugir (o que até foi inédito na série até então, pois as temporadas sempre terminavam com o vilão principal sendo derrotado) e Oliver sendo preso por causa da lei antivigilante. Com Queen na cadeia, começa a se desenvolver uma trama muito interessante com sua luta para ser libertado e sua equipe do lado de fora se virando para proteger a cidade sem o arqueiro e, ao mesmo tempo, ajuda-lo a sair a prisão e, enquanto isso, Diaz está a solta e ninguém sabe seu paradeiro.

[Fim dos spoilers]

Enquanto Ricardo Diaz permanece como grande antagonista é interessante acompanhar os episódios, até que, pouco a pouco, somos introduzidos a uma trama sem pé nem cabeça num flashforward (saltos temporais mostrando eventos no futuro) e outra antagonista é apresentada com a mesma motivação fraca e recorrente nas temporadas: alguém que quer se vingar dos Queen por terem arruinado sua vida no passado. A partir daí, a temporada fica muito arrastada e, por causa dos flashforwards, não dá nem para se preocupar com alguns personagens, pois já sabemos que estão vivos no futuro. Tentaram ainda animar um pouco o público trazendo velhos personagens conhecidos, mas sem eles não faria diferença nenhuma para o plot geral.

Foi muito difícil assistir a essa temporada, em alguns momentos tive vontade de dropar, mas como já está caminhando para seu último ano e com Crise nas Infinitas Terras vindo aí, segurei firme e assisti até o final. The Flash, mesmo tendo uma temporada mediana, foi mais interessante de acompanhar neste ano.

Com cerca de metade dos episódios, só nos resta esperar que, pelo menos na sua temporada derradeira, Arrow consiga encerrar de forma digna.